Publicidade

Povoados do agreste baiano passam a ter abastecimento público de água tratada

O morador da localidade de Lagoa de Cima, Joaquim Guimarães Filho, não esconde a alegria de ter o serviço de abastecimento em seu domicílio. “Pra mim é uma riqueza, porque nós aqui do sertão vivemos com a seca e, chegando uma coisa dessa, é uma riqueza para todos nós. Estou satisfeito e agradecido”, comemora Joaquim.

06/07/2024 às 07h11
Por: Cláudio Leite-Galego
Compartilhe:
Agreste Baiano
Agreste Baiano

 

Os povoados de Lagoa de Cima, Retirada, Nossa Esperança, Laranjeiras, Ichu e Rufino, no município de Araci, no Agreste Baiano, passaram a contar com abastecimento público de água tratada pela Embasa, neste mês de julho. A infraestrutura implantada pela empresa beneficia cerca de 2.700 habitantes e está atendendo inicialmente 765 domicílios.

O investimento de R$ 4 milhões, com recursos próprios da Embasa, consistiu na implantação de quase 7 mil metros de rede adutora, a partir do sistema que abastece a sede de Araci e do sistema que abastece a área norte do município, de 29,3 mil metros rede distribuidora, quatro reservatórios e duas estações de bombeamento.

O morador da localidade de Lagoa de Cima, Joaquim Guimarães Filho, não esconde a alegria de ter o serviço de abastecimento em seu domicílio. “Pra mim é uma riqueza, porque nós aqui do sertão vivemos com a seca e, chegando uma coisa dessa, é uma riqueza para todos nós. Estou satisfeito e agradecido”, comemora Joaquim.

“Esse é mais um investimento da Embasa para ampliar a cobertura do serviço de abastecimento público de água tratada em Araci, seguindo as metas de atendimento firmadas no contrato de programa com o município. Além disso, nos dedicamos a levar a esses futuros clientes diversas orientações sobre o consumo consciente e a importância dos reservatórios, que são fundamentais nesse momento em que tudo é novo. Também aproveitamos a oportunidade para explicar como medir o consumo e entender as informações da conta de água”, explica o gerente regional Júlio César Silva.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias