Publicidade

Pequenos produtores de Camacan ganham novos espaços para a comercialização de produtos oriundos da agricultura familiar

A estudante Raíssa Andrade Ribeiro, do 1° ano do ensino integral, tem frequentado bastante o ginásio para jogar baleado ou vôlei. “É muito importante uma estrutura como essa porque praticar esporte é muito bom. Essa quadra está muito linda. Estou muito feliz”, disse.

05/07/2024 às 19h07
Por: Cláudio Leite-Galego
Compartilhe:
Pequenos produtores de Camacan ganham novos espaços para a comercialização de produtos oriundos da agricultura familiar
 
 
Iniciativas que visam fortalecer o desenvolvimento rural e a prática esportiva marcaram a passagem do governador Jerônimo Rodrigues por Camacan, sul do estado, na manhã desta sexta-feira (5). Foram entregues as reformas do galpão da feira livre do distrito de São João do Panelinha, do ginásio municipal Antônio Ribeiro de Moura, na sede, além de 50 barracas para feirantes e dois micro tratores com implementos agrícolas. Os recursos aplicados foram de R$ 10 milhões.
 
A reforma e ampliação do galpão da feira livre e a entrega de 50 barracas no distrito de São João do Panelinha tem facilitado a comercialização de produtos da agricultura familiar. O pequeno produtor José Raimundo Novaes, 76 anos, aprovou a requalificação do espaço. “Antes, era crítico, porque tinha barraca de tábua, aquela coisa esquisita. As pessoas falavam que iam deixar de comprar aqui, em Panelinha. Era uma bagunça. Mas, com essa reforma agora, a coisa vai melhorar bastante e eu vou vender mais”, avaliou.
 
As entregas, realizadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), somaram um investimento de R$ 2 milhões. O galpão ganhou 11 quiosques de carne e dois de alimentação, pisos e reforma de toda a parte elétrica e hidráulica, além de cobertura. Camacan também recebeu dois micro-tratores com implementos agrícolas, fruto de emenda parlamentar.
 
De acordo com o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Jeandro Ribeiro, o mercado municipal já não funcionava há anos e os cinco mil habitantes do distrito não tinham onde fazer feira. “Reconstruímos o espaço, em parceria com o município, para levar oportunidades para a agricultura familiar, que vive dessa produção. Toda a população, agora, será atendida e vai voltar a fazer suas compras em um espaço confortável. Na sede, também vamos dar ordem de serviço para a nova etapa da requalificação do mercado, que terá um investimento de 1,6 milhões”, pontuou.
 
Para incentivar a prática esportiva no município, o governador Jerônimo Rodrigues entregou um campo society e duas quadras poliesportivas cobertas para o Colégio Estadual de Tempo Integral de Camacan, que ainda ganhou um teatro e vestiário. O Ginásio Municipal Antônio Ribeiro de Moura, na sede, também foi completamente reformado e ganhou 45 tatames para a prática de esportes de alto rendimento como judô, jiu-jítsu, muay thay e MMA. Foram R$ 8 milhões investidos nestas ações.
 
“As obras entregues em educação tem um sabor especial para nós. Ver esporte, cultura e educação integral juntos é o nosso desejo. Sabemos das nossas responsabilidades com os jovens baianos e vamos continuar cuidando de todos eles, desde a porta de entrada da escola até a sala de aula. Estamos aqui para formar pessoas para a sociedade”, afirmou Jerônimo Rodrigues.
 
A estudante Raíssa Andrade Ribeiro, do 1° ano do ensino integral, tem frequentado bastante o ginásio para jogar baleado ou vôlei. “É muito importante uma estrutura como essa porque praticar esporte é muito bom. Essa quadra está muito linda. Estou muito feliz”, disse.
 
Autorizações
 
Durante a agenda, ainda foi autorizado o revestimento primário do trecho que liga o Distrito de São João do Panelinha à sede, com 5,4 km de extensão; a pavimentação asfáltica e o recapeamento com paralelepípedos de 5,2 km, que compreendem as ruas de Camacã e o distrito; a construção do galpão da feira livre na sede; e a reforma da concha acústica. Os investimentos ultrapassam R$ 7 milhões.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
IBGE e Conab preveem queda na safra de grãos da Bahia em 2024
Agricultura Há 1 semana Em Agricultura

IBGE e Conab preveem queda na safra de grãos da Bahia em 2024

O volume de soja a ser colhido pode alcançar 7,53 milhões de toneladas, o que corresponde a uma queda de 0,4% sobre o verificado em 2023. A área plantada com a oleaginosa no estado está projetada em aproximadamente 2,0 milhões de ha.
Frente fria derruba a temperatura em quase todo o país; veja a previsão
Inverno Há 2 semanas Em Agricultura

Frente fria derruba a temperatura em quase todo o país; veja a previsão

A previsão indica um declínio acentuado em todos os estados da região Sul, além de áreas específicas do Sudeste e Centro-Oeste. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e sul do Mato Grosso sentirão o rigor do inverno
Cerimônia e espetáculo musical celebram chegada do Fogo Simbólico do 2 de Julho a Salvador
Independência da BA Há 3 semanas Em Agricultura

Cerimônia e espetáculo musical celebram chegada do Fogo Simbólico do 2 de Julho a Salvador

“Sou nova em Pirajá e quem me trouxe ano passado para a festa foi ela (Mara). Voltei porque gostei. Quando morava em outro bairro, não tinha ideia que acontecia esse evento cívico aqui. Hoje, trouxe meu filho de três anos”, disse Cláudia.
IBGE e Conab estimam produção menor de grãos na Bahia em 2024
Agricultura Há 1 mês Em Agricultura

IBGE e Conab estimam produção menor de grãos na Bahia em 2024

As duas safras anuais do milho, estimadas pelo IBGE, podem alcançar 2,38 milhões de toneladas, o que também representa declínio de 23,1% na comparação anual. Com relação à área plantada, houve queda de 18,3% em relação à estimativa da safra anterior de 698 mil ha. A primeira safra do cereal está projetada em 1,70 milhão de toneladas, 27,7% abaixo do que foi observado em 2023. Já o prognóstico para a segunda safra é de um recuo de 8,6% em relação à colheita anterior, totalizando 681 mil toneladas.
Lenium - Criar site de notícias